Tag : tormenta 20

Mesa Sonora — As Guitarras dos Deuses de Arton

Todos nós temos momentos em que indagamos sobre os grandes mistérios da existência. As grandes dúvidas que permeiam todas as pessoas que ousam questionar o inquestionável. Você, que está lendo este texto, já se perguntou qual seria o modelo de guitarra favorito de cada deus do Panteão artoniano?

Não se desespere, estou aqui para sanar esta dúvida que todos os jogadores de Tormenta já se perguntaram (fonte: fiz uma pesquisa rápida comigo mesmo, e 100% dos entrevistados afirmaram já ter se perguntado isso antes).

Como de costume em meus artigos, há uma regra a ser usada aqui: só posso usar modelos de guitarra que são (ou ao menos já foram) disponibilizadas comercialmente pelas marcas que as produzem. Nada de guitarras ultrapersonalizadas ou feitas sob medida (exceto em casos de modelos signature de artistas, pois geralmente são vendidas para o público, claro). Com isso estabelecido, sigam-me! (mais…)

Coleção Arton: atualização dos bastidores – ilustrações do Ameaças

monstro gigante saindo do mar, ilustrçaão em preto e branco

Olá,

Estou de volta para trazer mais informações dos bastidores da produção da #ColeçãoArton!

Sabendo da fraqueza dos autores por gorad, descolei um meio-amargo para o Cassaro em troca de uma entrevista rápida. Não foi um tarefa fácil arrancar informações confidenciais do nosso Capitão Ninja, mas sabem como é, rapudura é doce, mas não é mole (sim, mais uma citação de Yuyu Hakusho, como deve ser).

As ilutrações do Ameaças de Arton

A primeira informação confirmada pelo Cassaro é que todas as ilustrações do Ameaças de Arton são inéditas. Estamos falando de dezenas de artes incríveis retratando monstros tenebrosos. Essa produção tem sido realizada há mais de um ano pelo Pietro Antognioni, já conhecido por ilustrar o mangá 20 Deuses, vol. 2.

Inclusive, fazendo jus às conhecidas inspirações nipônicas no mundo de Arton, o Marcelo Cassaro citou uma referência artística que passou ao Pietro. Nosso Klunk disse assim:

-Tem um livro que eu comprei em Tóquio, dessa ilustradora muito bacana que eu curto ela demais. Você consegue fazer um negócio parecido com o material dela?

Pietro 20 deuses2
Se o Pietro entregou isso no 20 Deuses, vol.2, imagina só no Ameaças de Arton!

Cassaro conta

E para quem possa questionar minhas fontes jornalísticas, venho confirmar que não são apenas vozes da minha cabeça. Fragmentado à parte, gravei um vídeo do Cassaro contando a magnífica história sobre como ele e o Pietro bateram o martelo sobre ilustrar os monstros de Arton.

A parte triste da história é a confirmação de que cavalos não precisam de ilustração. Ora, ora, quem sabe eu escreva um tabloide sensacionalista com a afirmação: Cassaro não respeita a história de Namalkah!

 

O que vem por aí

Nas próxima matéria dessa coluna vou abordar o goblin do cantinho Guilherme Dei Svaldi. Como tenho um público sedento de detalhes, espero trazer alguma foto que mostre uma página interna dos livros.

Me siga para saber mais detalhes colhidos em primeira mão.

Cadastre-se aqui no Catarse da #ColeçãoArton para não perder o lançamento dos dois maiores suplementos já lançados no Brasil!

 

O RPG e o universo de A Lenda de Ghanor

Os fãs do Nerdcast RPG agora podem viver suas próprias aventuras no mundo de Ghanor! A Lenda de Ghanor RPG é um manual completo para criar seus personagens, narrar aventuras e explorar os Reinos!

A Lenda de Ghanor RPG é um jogo completo, com tudo que você precisa para viver aventuras no mundo do Nerdcast RPG e da série de romances A Lenda de Ruff Ghanor. Interprete clérigos de São Arnaldo, metamorfos traiçoeiros, gigantes brutais e muitos outros. Estude tradições arcanas, governe seu próprio feudo e, se ousar, enfrente um novo Devorador de Mundos. Com toneladas de conteúdos para mestres e jogadores, este livro traz a seu grupo toda a fantasia de Ghanor e dos Sete Reinos. 

Ilustração com cavaleira à direita empinando um cavalo e de espada erguida. No centro um gigante segurando uma clava com as duas mãos. À esquerda um arqueiro hobgoblin de pele vermelha retesando um arco.

O Mundo de Ghanor

O destino de Ghanor está em suas mãos.

Mais de um século atrás, o Rei Ruff Ghanor derrotou o dragão vermelho Zamir, uniu os reinos e levou o mundo a uma era de Glórias. Mas Ruff Ghanor está morto. 

Os demônios que se alimentam da maldade dos mortais estão à solta mais uma vez. Enquanto isso, nas areias do deserto, o cadáver do Devorador de Mundos é uma lembrança de que os deuses desejam colocar fim à Criação. Não há mais um rei santo para salvar a todos. Ghanor agora depende de aventureiros. 

dragão vermelho erguido cuspindo fogo sobre 3 pessoas, sendo o primeiro um cavaleiro que ergue um escudo para se proteger das labaredas

Do Nerdcast RPG para sua mesa!

Se hoje o Nerdcast RPG é um programa consolidado e com uma grande base de fãs, tudo começou com A Lenda de Ghanor. A pedido do público, foi gravado um episódio de RPG Medieval que, dada a recepção positiva, foi continuado em mais dois episódios. Ao longo dos anos, outras temáticas também também foram apresentadas, incluindo o que originou a campanha de financiamento coletivo recordista no Catarse: NerdcastRPG Coleção Cthulhu. Mas os fãs pediam mais conteúdo do incrível mundo de Ghanor.

Logo veio a publicação da trilogia A Lenda de Ruff Ghanor, escrita por Leonel Caldela. Um sucesso de vendas, claro. Faltava apenas um RPG próprio que possibilitasse aos próprios fãs se aventurarem no universo de Ghanor. 

A Lenda de Ghanor RPG

A Lenda de Ghanor é um livro básico de RPG baseado no primeiro Nerdcast RPG e no universo criado por Jovem Nerd, Azaghal e Leonel Caldela. Este livro completo inclui tudo o que um grupo precisa para criar personagens, contar histórias, conhecer o mundo e se divertir com suas próprias aventuras. Além disso, utiliza o mesmo sistema de regras de Tormenta20: Jogo do Ano, o que significa que os jogadores poderão usar os dois livros em conjunto, pois as regras são compatíveis.

  • O livro inclui 7 raças, 11 classes, 30 origens, 60 monstros e mais de 100 itens mágicos.
  • Além das regras básicas de RPG, inclui também regras de Domínio, para você ter seu próprio feudo e administrar seu castelo!

O livro estará disponível para compra presencial na CCXP 2022!
Além disso, o site da Jambô disponibilizará a compra em pré-venda, do dia 1º ao 31 de dezembro.
Já os envios têm entrega prevista para janeiro (versões digital e física) e março (versão luxo).

Monstruário — Donelas e Donelinhas

monstruário

Em florestas de clima quente, um carnívoro sobrevoa as árvores em busca de presas, não para si, mas sim para seus filhotes. Muito se fala do perigo que é andar à margem de rios e lagos tranquilos, e as perigosas Donelas aumentam esse risco para alguns.

Donelas têm a aparência semelhante a de uma libélula, só que do tamanho de um ser humano adulto. Possuem dois pares de asas alongadas e transparentes que batem tão rápido que não é possível vê-las em movimento. As seis pernas que possui estão distribuídas em pares, sendo o primeiro par curvado e munido de espinhos, especializado para capturar presas, como as patas dianteiras de um louva-a-deus.

Mais espinhos curtos revestem seu corpo que possui uma casca endurecida que reflete a luz em matizes suaves de branco, verde e azul. Mas essas cores aparecem mais nitidamente quando a Donela está parada, em movimento essas cores possuem tonalidades metálicas que refletem de forma difusa. Isso, combinado à grande velocidade de voo do animal, faz com que ele seja difícil de se enxergar à luz do sol. Sua cabeça é quase completamente tomada por seus grandes olhos divididos em unidades hexagonais. Duas anteninhas se projetam do topo da cabeça e na parte inferior fica sua pequena boca.

Um espécime adulto dificilmente ataca um grupo de criaturas de seu tamanho ou maior, eles só o fazem quando precisam alimentar seus filhotes. Quando copulam, o macho transfere seus espermatozoides à fêmea e ela transfere seus óvulos ao macho. Dessa forma, ambos carregam ovos, que não precisam ser necessariamente do mesmo parceiro. Enquanto ocorre a gestação, o adulto prepara uma localização à beira de um corpo de água doce. Costumam ser pequenas regiões rasas, de água tranquila e escura ou barrenta. Se houver necessidade, eles podem construir pequenas piscinas depositando pedras, areia e outros detritos para bloquear correntezas.

Depois de ter o ninho pronto, as Donelas depositam os ovos, aguarda sua eclosão e passa a trazer alimento fresco para seus filhotes, as Donelinhas. É comum que dois ou três adultos compartilhem um ninho onde colocam cerca de dez ovos cada, dessa forma os filhotes têm mais proteção e comida disponível. As Donelinhas são bem diferentes de seus pais, não possuem asas, cores chamativas ou pernas para agarrar. Ao invés disso têm brânquias externas que auxiliam o nado, coloração escura, pernas curtas e uma boca bem maior e mais forte. Elas têm o tamanho do antebraço de um humano adulto, com o corpo semelhante ao de uma lacraia terrestre. As Donelinhas circulam no ninho tranquilamente até ter comida disponível, que é quando entram num frenesi de alimentação desesperado.

Encontrando com Donelas e Donelinhas

Raramente alguém percebe uma Donela antes de ser visto por uma. Enquanto estiver em movimento, é mais fácil ouvir o som barulhento de suas asas. Mesmo assim, a rapidez do ataque é tanta que a Donela pode pegar seu alvo de surpresa se passar num teste de Furtividade contra a Percepção dele.

Quando o adulto localiza uma potencial refeição para suas crias a até 24m de seu ninho, ele se aproxima rapidamente, agarrando-a com suas poderosas pernas raptoriais e a leva até seu ninho.

Chegando lá, a Donela simplesmente joga a criatura agarrada dentro da água e aguarda em alguma árvore próxima até que as Donelinhas se satisfaçam. Se qualquer criatura se aproximar além de 9m do ninho ou atacá-lo, algum adulto tentará levá-la para ser a próxima refeição dos filhotes.

Donela

ND 2
Animal Médio
Iniciativa +5, Percepção +2
Defesa 23, Fort +10, Ref +16, Von +5
Pontos de Vida 70
Deslocamento 6m (6q), Voo 24m (16q).
Corpo a corpo Pernas +12 (3d6+8 perfurante e Agarrar Aprimorado).

Capturar Presa (Completa). A criatura se aproxima rapidamente e arrebata sua presa para alimentar suas crias. A donela pode se mover, realizar um teste de ataque de pernas contra um alvo em seu alcance e terminar seu movimento. Manter uma presa agarrada não faz com que seu deslocamento seja reduzido à metade para levá-la consigo.
Veloz e Fugaz (Reação). Graças à rapidez com que voa e seu padrão de cores confuso, a donela consegue evitar um ataque de oportunidade.
Agarrar Aprimorado (Livre). Se a criatura acertar um ataque com uma de suas armas naturais, poderá fazer a manobra agarrar como uma ação livre. O teste para agarrar da criatura usa seu modificador de ataque com a arma natural que fez o ataque, modificado por seu tamanho.

Atributos: For 18, Des 18, Con 12, Int 6, Sab 12, Car 7

Perícias: Acrobacia +5, Atletismo +5 (+10 para agarrar ou manter um alvo agarrado), Furtividade +5.

Donelinhas

ND 5
Animal Enxame Grande
Iniciativa +5, Percepção +3
Defesa 24, Fort +10, Ref +16, Von +5
Pontos de Vida 200
Deslocamento 3m (2q), Natação 15m (16q).
Corpo a corpo Mordidas (4d10+18 perfurante) .

Enxame. A ameaça é uma aglomeração de criaturas menores que agem em conjunto. Em termos de regras, pode entrar no espaço ocupado por um personagem. No fim de seu turno, o enxame causa o dano de mordida a qualquer personagem em seu espaço, automaticamente. Um enxame é imune a manobras de combate e efeitos que afetam apenas uma criatura e não causam dano, e sofre apenas metade do dano de ataques com armas. Porém, sofre 50% a mais de dano por efeitos de área.

Atributos: For 16, Des 16, Con 12, Int 6, Sab 12, Car 7

Perícias: Acrobacia +5, Atletismo +5.

Tesouro: Com a casca de Donelas é possível fabricar uma cobertura para um escudo que funcione como a Modificação Polido (T$ 50). Para isso é necessário um teste de Sobrevivência CD 15 para extrair a casca corretamente e outro teste de Sobrevivência CD 20 para adquirir, a partir das Donelinhas, uma solução que conserve as propriedades. A cobertura pode ser aplicada a qualquer escudo pelo valor de T$ 100 e um teste de Ofícios (Armeiro) CD 20.

Teatro Arcano — Narrando em Academias Mágicas

Das narrativas mágicas, escolas e academias arcanas são as que mais chamam atenção do público, assim, uma hora ou outra seu grupo pode acabar esbarrando em esse estilo de jogo.

E por mais que pareça, não são poucas as obras que abordam esse tema, principalmente nas animações. E analisando-as percebemos alguns padrões que podem ser bastante úteis na hora de narrar seu “My Magical Academia”.

O primeiro dia é o mais importante

A primeira vez que Bloom entra em Alfea, em Clube das Winx, ela não faz a menor ideia de onde deve olhar, devido a tanta informação. ela se encontra maravilhada em aprender mais sobre aquele lugar, e sobre si mesma. E essa é uma das formas mais comuns de criar o clima inicial.

Ao criar uma nova perspectiva de mundo, seus jogadores irão, instintivamente, interagir com aquele universo que está se expandindo, seja com outros personagens, objetos e a própria história.

Maravilhar é uma das formas que Sanderson utiliza em Mistborn, e os expande seus artigos sobre Soft Magic e Hard Magic, abordados num dos primeiros Teatro Arcano. Apresentar um mundo deslumbrante, no qual não se tem total conhecimento e poder, aguça a curiosidade de quem está lendo, e para uma sessão de RPG, faz com que os jogadores criem em cima do que foi apresentado.

Uma técnica assim existe, inclusive, em Arton com a Grande Academia Arcana. Toda pessoa que adentra em seus portões, escuta em sua mente a frase “Bem-vindo”, porém, em sua língua materna. Causando assim um impacto inicial, demonstrando que aquele lugar é “diferente”

Não é tecnologia, é feitiçaria

Na fantasia Espadas e Feitiços, normalmente estacionamos no clássico, ou seja, Europa medieval com relâmpagos saindo dos dedos. Porém, é importante lembrar que nesse mundo, os poderes fantásticos também são tratados como uma ciência e irão evoluir com o tempo.

Dentro dessa ideia, variamos em duas vertentes. Enquanto obras como Little Witch Academia temos o debate Magia ultrapassada x Tecnologia moderna, e a implementação de uma “tecnomagia”, também existem séries estilo A Casa Coruja em que o mundo mágico e o mundo comum são separados por literais dimensões.

Com os anos, a informação será cotidiana. Então, teremos constructos fazendo trabalho braçal, carroças puxadas por montarias invocadas usadas com mais frequência. Claro que isso é uma evolução, smartphones também seriam considerados magia há séculos atrás.

Nesse ponto, para uma narrativa mais coesa, é necessário escolher uma dessas vertentes. Podendo sim misturar, mas com boas motivações para tal.

Uma academia de problemas e aventuras

Toda narrativa precisa de conflitos, e querendo ou não, as academias de magia, os locais mais “seguros” em que se pode estudar, também são extremamente perigosas. Mesmo com toda vigilância, aquele monstro pode fugir de sua gaiola e atacar a escola, pois isso é um artifício necessário para que o RPG não vire um mero simulador de anime slice of life.

Assim não se importe de criar problemas, na verdade, essa é uma das principais ferramentas de desenvolvimento e evolução. Às vezes, será necessário apenas responder às situações impostas pelos jogadores. Os meios são diversos e contribuem com a  suspensão de descrença, precisando apenas ser coerente com as decisões anteriormente tomadas.

Uma prova prática pode desembocar em uma luta contra dragões tiranos que estão invadindo a cidade, e a escola se uniu às forças de defesa. Ou cartas estranhas, que estavam guardadas na biblioteca, são encontradas, dispersando monstros aprisionados.

As narrativas fantásticas também usam desse artifício como críticas ou reflexões, já que normalmente é voltado para o público infantojuvenil. A “lição de moral” no final do episódio é marca registrada. Não à toa existem muitas histórias escolares que falam justamente sobre preconceitos estruturais.

Uma tragédia escolar!

Definitivamente, o drama é o tema mais presente, e ela existe junto da periculosidade das Academias, que são abordadas em conjunto para expandir a narrativa, agindo como pedra fundamental em qualquer obra ou sessão de RPG.

Sejam poderes descontrolados, um passado oculto, parentes que são vilões, a função Drama estará sempre rodeando a mente dos jogadores, e o misticismo intensifica essa questão.

A função da magia é trazer uma nova abordagem a ideias já estabelecidas, criando alusões e alegorias, que fogem do real, mas se comunicam com a realidade. Por isso, tenha certeza de como as personagens encaram esse recurso, e distorça aos poucos, até que os paradigmas se quebrem e cause impacto.

Além do mais, toda animação, mangá ou HQ do gênero sempre terá boas doses da “vergonha alheia”, aquele sentimento que tudo em volta é menos importante que o grande problema de não conquistar seu amor, ou reprovar em alguma matéria. Afinal, heróis adolescentes ainda são… bem, adolescentes.

Podcast 146 – Olé! Samba!

Metendo 3 a 0 nos rivais, chegou seu podcast favorito!

No episódio de hoje, J.M. Trevisan, Felipe Della Corte e Thiago Rosa debatem o jogo Life is Strange: True Colors (é legal, mas tem defeitos), os desfiles afrocentrados do Carnaval do Rio de janeiro e a loucura da cidade nessa época, a visual novel de assassinato, Dangaganronpa, e Bridgerton, a nova série queridinha do momento! Também sobrou tempo para dar notas para Elden Ring de acordo com os quesitos das apurações das escolas de samba, criticar o sistema inimigo e, de novo, responder a TODAS as dúvidas dos Conselheiros!

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

Assine a newsletter do Trevisan em: https://buttondown.email/JMTrevisan

Canal de jogos de tabuleiro do Della: https://www.youtube.com/watch?v=9SLXKYbLIlE

twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Felipe Della Corte (Twitter), Thiago Rosa (Twitter).
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Podcast 139 – Protejam a capivara!

Sentando o braço nos monstros, mas morrendo muito, chegou seu podcast favorito!

No episódio de hoje, J.M. Trevisan, Felipe Della Corte e Glauco Lessa falam do novo joguinho da WWE, retomam a convesa sobre Ranking of Kings, e entram na roda de Elden Ring, o grande assunto do momento. Também sobrou tempo para falar da segunda temporada de Legado do Ódio, Peacemaker, PvP na mesa de RPG e, claro, responder as dúvidas dos Conselheiros!

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

Assine a newsletter do Trevisan em: https://buttondown.email/JMTrevisan

twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Felipe Della Corte (Twitter), Glauco Lessa (Twitter)
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Podcast 137 – Existencialismo com Katanas

Ligadaço no ódio, chegou seu podcast preferido.

No episódio de hoje, Thiago Rosa, Camila Gamino e Glauco Lessa relembram Joias Para Lamashtu, descobrem as origens obscuras e surpreendentes da franquia Nier e exploram dungeons minúsculas mas ainda não falam daquela já lendária mesa de quarta edição. Também sobrou tempo para discutir sobre jogos de estratégia em consoles, falar sobre cosplay e responder as dúvidas dos nossos Conselheiros!

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Assista às gravações toda segunda-feira, 20h, em twitch.tv/jamboeditora ou assista o video em youtube.com/jamboeditora.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
Camila Gamino (Twitter), Glauco Lessa (Twitter), Thiago Rosa (Twitter).
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Podcast 132 – Meteu o Kingo! Spoilercast de Eternos.

Atravessando cinco mil anos de história, chegou seu podcast preferido!

ATENÇÃO! O episódio de hoje tem spoilers de Eternos! Felipe Della Corte fecha o Dellapalooza 2022 em grande estilo ao receber Leonel Caldela, Marcelo Cassaro e Thiago Rosa para, veja só, defender o mais injustiçado filme da Marvel! Ainda temos os bastidores da vinda do Leonel para reforçar o time paulistano, a história de como Thiago se tornou um “dono de casa”, Della encontrando um novo amor nos jogos táticos e Cassaro revelando a verdade sobre uma lenda que aconteceu na loja NERDZ quando a Jambô ainda era mato! E claro, a participação dos conselheiros e inscritos.

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Assista às gravações toda segunda-feira, 20h, em twitch.tv/jamboeditora ou assista o video em youtube.com/jamboeditora.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

Créditos
Participantes:
Felipe Della Corte (Twitter), Thiago Rosa (Twitter), Leonel Caldela (Twitter | Livros), Marcelo Cassaro (Twitter).
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Aventuras Anti-ácidas — Hynnin, Valkaria, Sszzaas, Marah e Tanna-Toh

Colina com relva esverdeada. No centro uma parede de pedra incrustada na colina e com porta gradeada de madeira. Representa a Masmorra do Matrimônio, uma uma das Aventuras Anti-Ácidas

Olá, anti-famélicos!

Hoje trago a última das Aventuras Anti-ácidas, com ideias de aventura contemplando os deuses faltante de Sal & Tormenta! Marah, Hynnin, Valkaria, Sszzaas e Tanna-Toh!


Double Trouble

Eventos de caráter acadêmico não são raros no reino de Wynnla. Convenções de arcanistas das mais variadas especializações ocorrem ao longo do ano, buscando promover o conhecimento difundir novas descobertas arcanas.

Em 3 semanas ocorrerá o Sétimo Congresso Arcanista de Sophand. O evento é o assunto do momento na Corte de diversos reinos, afinal o cronograma divulgado demonstra que, dentre os palestrantes de prestígio, estão Talude e Vectorius!

Chamado à aventura

Na verdade, a participação dos dois arquimagos foi um equívoco. Os dois célebres arcanistas estavam em uma lista prévia de palestrantes, aguardando os organizadores do evento confirmarem quais seriam, de fato, convidados. Algum bucrocrata divulgou a lista como sendo a final e um alvoroço surgiu. Com a besteira já feita, os organizadores resolveram confirmar os boatos, além de acrescentar que a presença dos dois mais célebres magos de Arton demonstra a preocupação do evento em promover o conhecimento arcano. Uma saída diplomática, alguns diriam.

De qualquer maneira, a organização do congresso tenta fazer malabarismos para decidir em que dia e horário Talude e Vectorius palestrarão – não pode ficar a impressão de que um é a atração principal, ou que a fala de outro é em horário mais nobre. Enquanto isso, a maga Zofyy foi encarregada de preparar um Manjar da Paz para ser servido aos dois arquimagos, afinal o doce de Marah é um símbolo de paz. Zoffy está recrutando aventureiros para ir a locais ermos buscar ingredientes para o prato que clérigas de Marah cozinharão. Além disso, outras missões são para buscar componentes de magia necessários para a apresentação do doce, já que os planos são fazer o manjar vir flutuando até os convidados e emitir “pequenas explosões brilhantes de encantamento”.

Complementos e complicações
A aventura pode ser incrementada com as possibilidades abaixo:

  • Ter Talude e Vectorius no mesmo recinto e ao mesmo tempo pode trazer, na verdade, outros problemas. Assassinos ou loucos podem querer aproveitar a oportunidade para eliminar as duas celebridades ao mesmo tempo. Um hynne especialista em explosivos de arremesso está na lista de suspeitos da segurança do congresso.

Imagem em Preto e Branco. Embaixo está Vectorius, olhando à frente. Acima, olhando para direita, está Talude. A rivalidade dos dois é uma das possibilidades de trama das Aventuras Anti-ácidas

Mais uma família brigando pelo terreno

A Baronesa Dulkerínea Advolk faleceu há pouco, sem deixar testamento ou herdeiros diretos. Seus 14 sobrinhos e sobrinhas iniciaram uma discussão acalorada sobre quem teria maior merecimento sobre as terras do baronato e o título, postergando em uma semana o sepultamento de Dulkerínia. Com o tempo passando e a solução não parece estar mais à vista do que antes, a curiosa solução trazida por um forasteiro pareceu razoável aos envolvidos.

O hynne Deudoril chegou na cidade de Advolk com boas vestes e alegando ser um mercador das Repúblicas Livres de Sampúrdia. Disse também ser um clérigo de Hynnin, o que não o faria ser bem recebido, não estivessem todos em situação tão delicada. Deudoril sugeriu decidir sobre a herança por meio da aleatoriedade, e se dispôs a preparar 14 ovos cozidos. Em uma reunião comum, cada pretendente à herança deverá comer um dos ovos. Um dos ovos, avisou o hynne, será diferente, um Ovo de Raposa, doce que homenageia o Deus da Trapaça.

Com a concordância de todos, aquele que tirar o Ovo de Raposa será o herdeiro ou herdeira do baronato!

Chamado à aventura

Apesar da cidade Advolk ficar em Zakharov, a ganância transformou os envolvidos em nobres tão vis quanto aqueles de Ahlen. Temerosos de não escolherem o ovo certo, alguns pretendentes estão preparando estratagemas para garantir sua própria vitória na disputa. Um deles, o senhor Lanterall, está contratando aventureiros para rapidamente encontrarem outro clérigo de Hynnin e pagá-lo para cozinhar Ovos de Raposa. O plano é simples: caso outra pessoa escolha o ovo correto, Lanteral retirará um dos ovos que manteve oculto nos bolsos e anunciará também ser o vitorioso. Não sabe se conseguirá a vitória, mais buscará uma chance em meio ao caos!

Complementos e complicações
A aventura pode ser incrementada com as possibilidades detalhadas abaixo.

  • Deudoril imaginou que sua solução também faria os candidatos tentarem enganar uns aos outros. Desde o início seu plano é ver os gananciosos herdeiros tentando sobressaírem-se com artimanhas e subterfúgios que honrarão o deus Hynnin!

Colocando lenha na fogueira

Clérigos e cavaleiros de Khalmyr foram recrutados para resolver uma situação delicada em uma cidadela de Zakharov. Como bons juízes, foram até o a cidade de Advolk realizar a arguição adequada. Ponderaram sobre as dificuldades de definir quem teria, de fato, a herança legítima, ainda mais com os ânimos tão exaltados após um clérigo de Nimb ter sugerido uma medida que trouxe mais rusgas do que soluções.

Buscando implementar uma decisão justa e rápida, os devotos de Khalmyr informaram que haveria um julgamento dali dois dias, onde todos os candidatos à herança apresentariam seus argumentos. O cavaleiro mais antigo atuaria como juiz e, ao final, daria seu veredito. Também buscando acalmar os ânimos, os cavaleiros ofereceram a todos Justos de Khalmyr. Mas um dos doces era, na verdade, um Justo Virtuoso, a versão preparada por devotos de Sszzaas. Quando mordiscou o prato amargo, a candidata Lufínea Advolk esbravejou que a estavam ameaçando, logo um primo seu disse que os cavaleiros de Khalmyr estavam zombando da cidade.

O caos havia retornado a Advolk!

Chamado à aventura
Os cavaleiros recém chegados estão contratando aventureiros para descobrir sobre algum culto de Sszzass que possa existir na cidade. Prender os responsáveis rapidamente é o único caminho para restabelecer a paz na cidadela e terminar de uma vez com o furdunço que lá se criou!

Complementos e complicações
A aventura pode ser incrementada com as possibilidades detalhadas abaixo.

  • Primeiro o hynne Deudoril trouxe o doce de Hynnin. Depois surgiu um doce de Sszzaas! Será que cultos dessas duas divindades estão trabalhando conjuntamente? Qual intenção por trás disso?

Provar o Doce de Sszzaas gera essa reação. Aventuras Anti-ácidas com ideias de aventura

Na masmorra ou na tristeza

Os dogmas de Valkaria delimitam que devotos da deusa são proibidos de casar ou ter união estável (Tormenta20, página 105). Contudo, a clériga Irinna do Gorjal Perpétuo sempre discordou dessa limitação. Agora, após décadas de dedicação à fé na Deusa da Ambição, e com idade bastante avançada, a devota implementou seu plano para permitir que outros devotos encontrem o matrimônio desejado. Se forem capazes.

Irina reformou uma masmorra que conquistara ainda na juventude. Empregou aventureiros para instalar armadilhas, arcanistas para incluir desafios mágicos aqui e ali, e fez acordo com alguns monstros para que habitem o local e matem qualquer um que surja. Bardos espalham a notícia sobre a Masmorra do Matrimônio, onde devotos de Valkaria receberão a bênção de uma clériga legítima, caso sejam ambiciosos o suficiente para superar os desafios do local.

Chamado à aventura
Irina tem permanecido no último aposento do local, descansando e orando enquanto os aventureiros perecem aos muitos perigos do local. Sempre que alguém parece próximo de chegar ao fim do desafio, a clériga cozinha um Tesouro de Valkaria para oferecer aos recém-chegados e, diz ela, ser também o bolo de casamento! Ela própria realiza o rito de matrimônio para aqueles que conseguem chegar até sua presença.

Devotos de Valkaria que desejam se casar costumam recrutar aventureiros para formar grupos e adentrar na masmorra.

Complementos e complicações
A aventura pode ser incrementada com as possibilidades detalhadas abaixo.

  • Oferecer a outros a possibilidade de descumprir um dogma de Valkaria é algo sério. Pior ainda, Irina ainda celebra pessoalmente a união, desobedecendo a deusa de forma nunca antes vista. Talvez outros importantes clérigos estejam dispostos a percorrer a masmorra para punir a idosa!
  • Muitos desafios e perigos encontrados na Masmorra do Matrimônio parecem demasiadamente similares ao Labirinto de Valkaria, existentes no interior da imensa estátua. Alguns teorizam que a deusa se compadeceu de Irina, admirando a determinação da devota em não aceitar sem luta uma imposição que considera inadequada. Assim, a Deusa da Ambição teria colocado alguns desafios no local, incentivando o heroísmo de desafiantes (e aumentando consideravelmente a dificuldade!).

Matrimônio devotando Valkaria é possível com uma das Aventuras Anti-ácidas com ideias de aventura

Leituras e doces

Embora Norm seja a cidade sede da Ordem da Luz, recentemente dezenas de sacerdotes de Tanna-Toh estão sendo vistos pela cidade.Muitos deles utilizam as estalagens, enquanto os mais importantes estão hospedados no castelo dos cavaleiros devotos de Khalmyr.

A presença dos devotos da Deusa do Conhecimento foi um pedido da própria Ordem da Luz. Ainda que os cavaleiros estejam há algumas semanas tentando lidar com a incumbência de determinar quem é o legítimo herdeiro de um marquesado de Bielefeld, o que pode evitar uma guerra entre alguns dos pretendentes ao trono, a tarefa não é tão simples. Assim, chegaram os devotos de Tanna-Toh para pesquisar linhagens antigas, averiguar relações de parentesco e tudo mais para chegar em um veredito.

Chamado à aventura
Aventureiros e exploradores têm sido pagos para buscar em locais ermos ingredientes das Bombas do Saber. O doce parece ser o combustível que mantém os sacerdotes da Deusa do Conhecimento lendo e pesquisando por horas ininterruptas, e ninguém quer que o trabalho frenético pare!

Complementos e complicações
A aventura pode ser incrementada com as possibilidades detalhadas abaixo.

  • Algum dos pretendentes ao marquesado quer colocar em um dos bolinhos um pequeno papel com uma oferta generosa. Se o plano der certo, um sacerdote de Tanna-Toh influente aceitaria o suborno. Agora é preciso encontrar aventureiros capazes de se infiltrar na cozinhar, colocar a oferta dentro da Bomba do Saber e entregá-la à pessoa correta!


O que vem por aí

No próximo mês, teremos outro episódio de Live do Sal & Tormenta. Os chefs Elisa Guimarães e Vinicius Mendes vão novamente cozinhar ao vivo!

Confira aqui como foi a primeira live.

Você gostam da restrição ao casamento imposta por Valkaria? Comente abaixo o que você achou dessas Aventuras Anti-Ácidas.

Sal & Tormenta

Sal & Tormenta 01 — Lena e Khalmyr
Sal & Tormenta 02 — Aharadak, Thyatis e Kallyadranoch
Sal & Tormenta 03 — Arsenal, Tenebra e Thwor
Sal & Tormenta 04 — Wynna, Lin-Wu, Nimb
Sal & Tormenta 05 — Allihanna, Azgher e Oceano
Sal & Tormenta 06 — Hynnin, Sszzaas e Marah
Sal & Tormenta 07 — Valkaria e Tanna-Toh

Aventuras Anti-ácidas

Aventuras Anti-ácidas — Tenebra, Arsenal, Thwor e Thyatis
Aventuras Anti-ácidas 2 — Aharadak, Kallyadranoch, Lena e Khalmyr
Aventuras Anti-ácidas 3 — Wynna, Lin-Wu, Megalokk e Azgher
Aventuras Anti-ácidas 4 — Alihanna, Oceano e Nimb

Podcast 129 – Aventuras na Bienal (.feat Glauco Lessa)

Desejando um ótimo ano novo a todos, chegou seu podcast preferido.

No episódio de hoje, J.M. Trevisan, Felipe Della Corte e Glauco Lessa falam muito de tudo o que aconteceu na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, de como as pessoas levam a sério demais filme de boneco, e de como é assistir uma corrida de 12 horas num autódromo. Também sobrou tempo para falar da paixão de Henry Cavil por Warhammer, responder as últimas dúvidas dos Conselheiros no ano, e esvaziar o estoque de bobagens de 2021!

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Assista às gravações toda segunda-feira, 20h, em twitch.tv/jamboeditora ou assista o video em youtube.com/jamboeditora.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Felipe Della Corte (Twitter), Glauco Lessa (Twitter)
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Podcast 127 – Eu não posso falar!

Escrevendo mais de mil páginas de FAQ, chegou seu podcast favorito!

Neste episódio, Della usurpa o podcast mais uma vez e usa seus poderes para falar da sexta temporada de JoJo, que estreou na Netflix, além de novidades sobre o novo suplemento para Mutantes & Malfeitores que está a venda na Jambô! Camila Gamino nos abençoa com os detalhes de sua masmorra de otaku, e fala de seu novo vício com os romances de Warcraft. Dan Ramos chega em defesa de Arcane e Cowboy Bebop, expondo seu ponto de vista como diretor de arte. Por fim, Thiago Rosa fala sobre o livro ruim sobre viajem no tempo que está lendo agora, e da spoilers de sua nova mesa na Twitch!

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Assista às gravações toda segunda-feira, 20h, em twitch.tv/jamboeditora ou assista o vídeo em youtube.com/jamboeditora.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br
Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
Felipe Della Corte (Twitter), Camila Gamino (Twitter), Thiago Rosa (Twitter),
Edição: Adonias Marques (Instagram)