Tag : Karen Soarele

Bienal do livro de São Paulo — Conheça a programação

Saiba tudo o que vai rolar de legal no stand da Jambô durante a Bienal do Livro de São Paulo de 2022!

Cronograma da Jambô Editora na Bienal do Livro de SP

02/07

Não apenas um, mas dois lançamentos do Selo Odisseias!

📌 14:00 – Lançamento do livro A Caçadora Púrpura, com presença do autor Felipe Pan.
Em A Caçadora Púrpura, Elly e Quill entram em um universo de complicações políticas e uma sociedade de papéis sociais rígidos.

📌 16:00 – Lançamento do livro Escama de Dragão, com presença da autora Cristiana Sbardella.
Escama de Dragão conta história de Minea, uma feiticeira, e Dorak, um dragão negro em uma aventura pelo perigoso mundo de Nerlian.

 

03/07

📌 14:00 – Presença dos autores do Crônicas da Tormenta, com Vinicius Mendes, Marcela Alban, Emerson Xavier e João Victor Lessa.

09/07

📌 14:00 – Palestra sobre Criação de Mundos, com Leonel Caldela, Affonso Solano e Eduardo Spohr.

📌 19:00 – Sessão de autógrafos com autores do NerdcastRPG: Coleção Cthulhu, com Leonel Caldela, Karen Soarele, Fábio Yabu, Fred Rubim e Guilherme Dei Svaldi (é necessário pegar senha, disponível em breve no site da Bienal do Livro).

📌 20:00 – Palestra sobre NerdcastRPG: Coleção Cthulhu, com Leonel Caldela, Karen Soarele, Fábio Yabu, Fred Rubim e Guilherme Dei Svaldi.

Composta por dois romances, uma graphic novel e um livro-jogo, a NerdcastRPG: Coleção Cthulhu pode ser adquirida no estande da Jambô, na Bienal. Ou aproveite a pré-venda aqui no site!

10/07

📌 Presença de autores de #Tormenta20 no estande ao longo do dia: Leonel Caldela, Guilherme Dei Svaldi, Karen Soarele, Felipe Della Corte e Vinicius Mendes.

📌 17:30 – Palestra sobre Financiamento Coletivo, com Guilherme Dei Svaldi, Karen Soarele, Daniel Lameira, Eduardo Spohr, Marina Avila e e Valquiria Vlad.

Além disso, nosso estande estará lá durante todo o evento, oferecendo o melhor em RPG, literatura fantástica, livros-jogos, cardgames e boardgames. Até lá!

O roubo do Manuscrito Secreto — Precisamos da sua ajuda!

o roubo do manuscrito secreto

Estamos com um problema no escritório da Jambô! Apesar do nosso sistema de segurança de ponta — é preciso ceder uma amostra de DNA sempre que passar pelas portas lacradas por magia arcana poderosíssima — alguém conseguiu adentrar nossos domínios e esse grande desastre aconteceu: o roubo do Manuscrito Secreto!

Estamos investigando cuidadosamente quem foi este larápio, mas talvez nossos esforços não sejam suficientes. Vamos precisar que você nos ajude a descobrir o que pode ter acontecido e qual o paradeiro do manuscrito.  Nosso time de Especialistas na Proteção de Manuscritos Super Secretos conseguiu, a partir de precisas análises investigativas, encontrar uma lista com 16 possíveis culpados.

Estamos interrogando toda a equipe e anunciaremos nossas descobertas nas redes sociais. No nosso Twitter, Instagram e Facebook vocês terão acesso às dicas, e cada uma delas eliminará um ou mais suspeitos. Você pode nos ajudar apontando nos comentários da postagem ou deste post quem não poderia estar envolvido no crime de acordo com a dica do dia. Dessa forma, e com a sua ajuda, acreditamos poder solucionar o roubo do Manuscrito Secreto.

Logo abaixo, temos a lista de suspeitos. Contamos com você!

O Roubo do Manuscrito Secreto — Suspeitos

fotos de Mestre PedroK, Leonel Caldela, Marcela Alban, Felipe Della Corte, Mari Zumbach, Camila Gamino, Silvia Sala, Marcelo Cassaro, JM Trevisan, Karen Soarele, Schaeppi, Elisa Guimarães, Guilherme Dei Svaldi, Thiago Rosa, Ana das redes e Dan Ramos

 

O Roubo do Manuscrito Secreto — Pistas

Pista 1: Aconteceu outro crime no mesmo dia! O Glauco foi morto em outro canto distante da cidade. Quem quer que tenha cometido essa atrocidade, não poderia estar na Jambô no dia do roubo.

 Pista 2: Nossos termômetros mágicos registraram 10 ºC no dia e os paraibanos da equipe estavam muito empacotados para cometer um crime desses.

 

 

 

 

 

 

 

 

Crônicas da Tormenta Volume 3 — Leia trechos de todos os contos da antologia

Crônicas da Tormenta volume 3

Crônicas da Tormenta Volume 3 é o primeiro lançamento de literatura dentro do universo de Tormenta depois do recordista T20. O livro, que já tá em pré-venda aqui na nossa loja, reúne 19 escritores, entre veteranos e novatos, pra contar histórias que se passam em Arton. Este também é um lançamento bastante especial por ter marcado a primeira vez que novos autores escrevem histórias para Tormenta a partir de um concurso, fazendo assim com que seis nomes façam suas primeiras participações em um material oficial.

capa de crônicas da tormenta volume3

Crônicas da Tormenta Volume 3: Quem volta…

Como um material oficial de literatura passado em Arton, é claro que o Crônicas 3 traz histórias de diversos nomes conhecidos. Quatro dos criadores do cenário, Guilherme Dei Svaldi, J.M. Trevisan, Leonel Caldela e Marcelo Cassaro aparecem nas páginas do livro com histórias sobre a Guerra Artoniana, Tapista pós-A Deusa no Labirinto e até mesmo uma narrativa inédita sobre eventos ancestrais a cerca de um infame (e querido pelos leitores) clérigo da guerra. E falando em A Deusa no Labirinto, Karen Soarele também está de volta com um conto inédito! Outros escritores conhecidos do público, seja por participarem dos Crônicas 1 e 2, lançado livros-jogos dentro do universo ou por estar todos os meses na Dragão Brasil têm histórias inéditas: Ana Cristina Rodrigues, Bruno Schlatter, Davide Di Benedetto, Leonel Domingos, Lucas Borne, Marlon Teske e Remo Disconzi reforçam o time de veteranos neste lançamento.

E quem chega

Como dito antes, seis dos autores de Crônicas da Tormenta Volume 3 foram escolhidos por um concurso aberto a todos que quisessem colaborar com o cenário. E foi assim que Carlos Alberto Xavier Gonçalves, Emerson Xavier, Francine Cândido, J.V. Teixeira, João Victor Lessa e Marcela Alban dão seus primeiros passos em Arton com histórias que trazem novas visões sobre este universo. Além deles, eu, Vinicius Mendes, fui organizador do livro e também faço minha estreia escrevendo ficção em Tormenta!

Ficou curioso pra saber como está o livro? Logo abaixo você encontra uma série de imagens por Ana Carolina Gonçalves com trechos de cada um dos contos de Crônicas da Tormenta Volume 3, que você encontra em pré-venda por aqui!

 

Podcast 107 – A Karen tá grávida!

Em velocidade ultra rápida, chegou seu podcast favorito!

No episódio de hoje, J.M. Trevisan, Glauco Lessa, Camila Gamino e Karen Soarele (!!!) discutem livros de game design (e o amor de todos por livros digitais), documentários de Fórmula 1, a matéria secreta que a Camila está escrevendo para a Dragão Brasil 169 e a gravidez surpresa da Karen! Também houve tempo pra falar de Tom Hanks, vídeos assistidos em velocidade dobrada, como se arranca um dente de leite e outras bobagens! E claro, as dúvidas dos nossos Conselheiros!

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Assista às gravações toda segunda-feira, 20h, em twitch.tv/jamboeditora ou assista o video em youtube.com/jamboeditora.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Camila Gamino (Twitter), Glauco Lessa (Twitter), Karen Soarele (Twitter | Livros).
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Podcast Dragão Brasil 100 – MEGAEPISÓDIO CENTENÁRIO!

Centenaríssimo e cheio de novidades, chegou seu podcast favorito, que agora também é gravado AO VIVO na Twitch!

No episódio de hoje, trazemos dois blocos mais que especiais! No primeiro, J.M. Trevisan arranca de Karen Soarele, Leonel Caldela e Guilherme Dei Svaldi, a equipe original, o que diabos eles andaram fazendo de tão legal nesse tempo todo de ausência! Já no segundo bloco, Felipe Della Corte e o elenco Ultimate, formado por Camila Gamino, Glauco Lessa e Thiago Rosa, discutem a Jornada Heróica, o surgimento da lenda de GLECO, mortes de personagem e a tradicional cota de ódio semanal. E ainda tivemos DOIS blocos de perguntas dos Conselheiro e uma dose cavalar de bobagens!

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Para ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil — são mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Assista às gravações toda segunda-feira, 20h, em twitch.tv/jamboeditora ou assista o video em youtube.com/jamboeditora.

Conheça nossos livros em: jamboeditora.com.br

Assista nossas streams em: twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Felipe Della Corte (Twitter), Camila Gamino (Twitter), Glauco Lessa (Twitter), Thiago Rosa (Twitter), Karen Soarele (Twitter | Livros), Leonel Caldela (Twitter | Livros), Guilherme Dei Svaldi (Facebook | Livros)
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Curtos & Fantásticos finalista do Prêmio Le Blanc!

Prêmio Le Blanc

Fala, pessoal! Tudo bem? Hoje a postagem vem com informação, mas também uma dose de comemoração! O Curtos & Fantásticos Volume 2, uma antologia de contos no formato Flash Fiction lançada pelo selo Odisseias da Jambô, é novamente finalista do Prêmio Le Blanc! Como um dos autores com texto neste livro fantástico, vim falar com vocês um pouco sobre o concurso, a coletânea e a sensação de ser finalista de um prêmio. 

Mas, antes de tudo: o que é Flash Fiction?

Flash Fiction

Em resumo, é um conto curto, de até mil palavras. Sendo um pouco mais específico, esse conto curto contém uma história em seus termos fundamentais, com começo, meio e fim. Tem a mesma ideia e estrutura por trás de uma história “normal”, personagens, trama, conflito e segue o padrão narrativo escolhido pelo autor (Narrador personagem, narrador observador, narrador onisciente, epistolar etc). O grande desafio é unir, em poucas (ou, dependendo do texto, pouquíssimas) palavras um enredo que prenda o leitor, não deixe furos e seja balanceado entre descrições, diálogos e profundidade dos personagens. 

Sou assumidamente fã de literatura rápida e adoro escrever histórias com começo, meio e fim em tão poucas palavras, então, enviar meu conto para o concurso realizado pelo Diário de Escrita, uma live semanal em que os apresentadores Karen Soarele, Vinicius Mendes e Wesnen Tellurian convidavam quem assistisse a escrever e cumprir sua meta semanal de escrita, foi uma experiência fantástica (sem o perdão do trocadilho). 

E dá para contar uma história completa em tão pouco tempo?

Dá. Ô se dá. O choque causado por uma ficção relâmpago pode ser tão assustador, engraçado ou melancólico como um livro todo, e posso provar! Um microconto fortissimo de Ernest Hemingway  é capaz de enjoar até o mais forte estomago. Com poucas palavras, o autor consegue desconcertar o leitor e deixar a mente viajar em uma terrível e inevitável realidade:

“Vende-se: sapatinhos de bebê nunca usados.”

Aposto que foi uma frase difícil de engolir, certo? Alguns outros microcontos atiçam a imaginação do leitor, deixando a imaginação guiar o resto da história. como esse de Augusto Monterroso

“Quando acordou o dinossauro ainda estava lá.”

Poucas palavras, muitos significados e a história contada nas entrelinhas. Se com uma frase os autores conseguiram nos deixar assustados, tristes e curiosos, o que mil palavras não irão fazer?

Curtos e Fantásticos

O concurso realizado em 2020 teve mais de 80 contos inscritos, com 21 contos selecionados por autores do Grupo Papo de Autor, mais três contos criados pelos organizadores e ainda o texto de um convidado mais que especial: J.M Trevisan

A maravilha dessa antologia não está apenas na qualidade do texto, mas também em sua variedade. De Vampiros contra lendas locais, uma prisão inescapável, viagem pela galáxia, um fantasma em um castelo e até o tesouro inusitado de um dragão, esse livro é uma roleta russa literária que com certeza irá agradar o leitor, independente do gênero de sua preferência. Ler essa antologia é como abrir um menu degustação de escritores de diferentes gêneros. Ter a possibilidade de experimentar um pouquinho de cada estilo, as ideias, descrições e personagens de tantos talentosos escritores nacionais assim é uma experiência por si só muito válida, mas a maior sacada desse grande livro de pequenas histórias é mostrar ao público como um texto sucinto pode causar tantas emoções diferentes. É como abrir uma caixa de bombom e vendar os olhos ao escolher o chocolate.

Finalista Premio Le Blanc

Chegamos a comemoração! Sim, o Curtos & Fantásticos Volume 2 (assim como seu irmão mais novo, Curtos & Fantásticos Volume 1) é finalista do Prêmio Le Blanc, um concurso que premia, além de outros gêneros, a melhor antologia nacional de literatura fantástica em 2020. E por isso quero agradecer a todo mundo que votou para que o livro chegasse na próxima etapa. Agora é com o juri, mas sem vocês, nem teríamos sido lidos por eles. Pela segunda vez! 

Prêmio de cultura pop organizado pela escola de Comunicação da UFRJ (ECO/UFRJ) e a Universidade Veiga de Almeida (UVA). O nome do prêmio é uma homenagem ao artista haitiano André Le Blanc

Como escritor, é difícil passar a sensação de conseguir mais uma vez ser finalista deste concurso. No primeiro C&F meu conto No quarto escuro foi um dos cinco finalistas internos da antologia, então descobrir que meu conto conseguiu chegar ainda mais longe, foi uma sensação indescritível. Escrever uma história tendo que resumir descrições, detalhando pouco os personagens e criando um “background” em algumas linhas é uma tarefa difícil, mas muito recompensadora.

O meu conto finalista do primeiro concurso narra toda a trajetória de um serial Killer de maneira epistolar (quase todo o conto é uma carta deixada pelo protagonista) descrevendo os fatos que o levaram a cometer a série de crimes. Essa carta contém alguns detalhes que explicam a cena final, fechando  o arco da personagem, mostrando os motivos (se são válidos ou não, aí é outra história) e deixando claro as intenções (e o desfecho) de todo o crime envolvido na narrativa.

Então pedirei aos bardos que cantem músicas sobre nossas antologias, que os deuses de Tormenta nos abençoem e nos tragam o fruto desta vitória. E se ficou curioso, acesse o site da Jambô  e adquira essa antologia. E, caso tenha vontade de saber se vai gostar do gênero, este texto tem menos de mil palavras! Seria um Flash Post?  

Leia a versão digital do Curtos & Fantásticos Volume 1 de graça aqui

Autores do Curtos & Fantásticos Volume 2

Alba Mendes, Carlos Perini, Duda Vila Nova, Felipe Cangussu, Felipe R. R. Porto, Flavio Haag, Gabriel Ribeiro de Souza, Glauco Lessa, Henrique Zummerer, Jê Ômega, JM Trevisan, João Lucas Gontijo Fraga, Johann Duarte, Karen Soarele, Lucas Rosa, Pedro Henrique Matos, Ricardo Kruchinski, Sario Ferreira, Selene Sodré, Vicente Gomes Pinto, Vinicius Mendes, Wagner Thiele Fracassi e Wesnen Tellurian.

Crônicas do RPG: O homem-peixe devoto da liberdade

deusa menor da liberdade

Esse texto contém spoilers de A Deusa no Labirinto. Leia por conta e risco.

O primeiro personagem que eu queria usar em Tormenta20 era um tritão bardo. Primeiro porque eu gosto de sereias e afins e até fiz uma extensa campanha durante o financiamento para que a raça acabasse nos livros. Segundo porque, bem, sereias cantam, e isso combina com bardos. Por uma série de razões que não vem ao caso, meu tritão bardo só se concretizou quando, sob pressão e insistência de G.S. Krupp, fui participar da guilda Submundo de Valkaria no Discord.

A Deusa Menor da Liberdade

No geral, eu sou do tipo que sempre escolhe o que parece ser mais divertido de interpretar na mesa. Concluí que meu homem-peixe escamoso simpático seria um ex-escravo, e por isso, devoto de Gwen, de A Joia da Alma e A Deusa no Labirinto, a Deusa Menor da Liberdade. “Ah, mas não tem regras de devoção para deuses menores em T20 ainda!” É, eu sei, e é por isso que eu me aproveitei dos meus privilégios de amizade de infância e funcionário da Jambô pra perguntar diretamente pra Karen Soarele como um devoto de Gwen deveria agir. Ela pensou por alguns segundos antes de responder “deve libertar qualquer criatura presa e nunca mentir.” Obviamente, isso só teria impacto na interpretação e não teria nenhuma relevância nas regras.

Um homem-peixe no mar dos sonhos

Corte para algumas semanas no futuro, meu amigo Igor Ricardo (ou Igão), com quem já dividi algumas mesas, me chamou para minha estreia na guilda! Ele mestraria uma aventura que envolveria lógica onírica de uma forma surreal. Uma garota havia se perdido em seus próprios sonhos e nós precisaríamos entrar lá e despertá-la, sob risco de ficarmos presos para sempre. Sem pressão!

Nos vimos em um campo com uma torre bem alta, a garota que precisava ser salva, Escarlate, ali em cima. Enquanto isso, o seu falecido amado chegava a cavalo para resgatá-la e era morto por um dragão. De novo, e de novo, e de novo. Um reflexo da morte real do rapaz, com a qual ela não conseguia lidar. Os aventureiros tentaram intervir, o que só tornou a coisa toda pior: o dragão de sonho batia igual dragão de verdade e deitou mais de um aventureiro.

A perturbação no sonho da moça também gerou alguns efeitos bizarros, desde o cavaleiro morrer de outras formas até o final da aventura com diversos dragões matando diversos deles ao mesmo tempo, enquanto a pilha de corpos de um mesmo cavaleiro só crescia. Por outro lado, para a alegria dos jogadores, aos poucos ficou claro que a lógica de sonho também se aplicava a nós, e o tritão pode, por exemplo, nadar no ar como se estivesse na água.

Libertar qualquer criatura presa

O conflito eventualmente foi solucionado não matando o dragão, mas convencendo a pobre moça de que ela precisava acordar. Igão é psicólogo, e apesar de seguir a linha comportamental, lançou mão de uma quantidade de simbologia digna de Freud e Jung para ambientar a mesa, que levou com grande sensibilidade, mais do que eu esperava naquela aventura na qual caí de paraquedas. Conversando depois da sessão, comentei com ele o quanto aquele tinha sido um começo apropriado para Enídio, o tritão bardo: um aventureiro que tinha jurado à Deusa Menor da Liberdade que não deixaria nenhuma criatura ser prisioneira, tinha estreado na mesa ajudando a libertar alguém do peso do seu próprio luto.

E isso foi um dos momentos mais bonitos que já tive no RPG.

Você também tem uma daquelas sessões que te deixaram reflexivo? Conta pra gente aí nos comentários!

Podcast Dragão Brasil 90: Clube do Livro do Della!

Compenetrado em seu devido cantinho, chegou seu podcast favorito!

No episódio de hoje, Karen Soarele está de volta, com as peripécias do mestrado, a evolução do livro-jogo do Jovem Nerd e dicas dos famosos joguinhos pra jogar de casalzinho fofinho (nhoim); Felipe Della Corte ignora a felicidade de seu aniversário aristocrático (inserir cornetinha), e destila seu ódio por pessoas que decidem fazer coisas individuais em grupo (?); e J.M. Trevisan se gaba de ter lido sete livros num período de tempo curtíssimo, além de pincelar opiniões sobre Space Sweepers e Peaky Blinders! Obviamente sobrou algum tempo para besteiras, e respostas para as dúvidas dos Conselheiros!

Para escutar o Podcast Dragão Brasil 90!, clique no player acima.

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Se quiser ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil. Assim, receberá mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Twtich da Jambô: twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Felipe Della Corte (Twitter), Karen Soarele (Twitter | Livros).
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Podcast Dragão Brasil 87: Pimp my pet!

Atravessando o labirinto minotáurico, chegou seu podcast favorito!

No episódio desta semana, Della desfila todo o seu inconformismo com o mercado de itens de luxo para pets, admite seu amadorismo na compra de videogames, e discute o aprendizado de interface de jogos (ou algo assim, quem fez o curso foi ele, não eu)! Karen Soarele está de volta das férias, terminando o mestrado, mas louca para fazer mais cursos…e jogar vários joguinhos de dois com seu amado! Já Trevisan nos dá seu veredicto sobre A Deusa no Labirinto, o documentário The Gift: The Journey of Johnny Cash e discute originalidade com base nos pensamentos do escritor Haruki Murakami em Romancista como Vocação! Logicamente houve espaço para muitas bobeiras e respostas para as dúvidas dos Conselheiros!

Para escutar o Podcast Dragão Brasil 87!, clique no player acima.

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Se quiser ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil. Assim, receberá mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Twtich da Jambô: twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Felipe Della Corte (Twitter), Karen Soarele (Twitter | Livros).
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Dia Internacional da Mulher: Um compilado de posts e uma promoção imperdível

Não que seja novidade para alguém, mas em 8 de março comemoramos o Dia Internacional da Mulher, uma data usada como marco no mundo para as lutas das mulheres em busca de um mundo mais igualitário. Aqui no blog tivemos diversos posts dedicados às mulheres da casa, e decidimos compilar todos aqui para que vocês possam encontrar o conteúdo de forma mais prática.

Além disso, a Jambô vai marcar presença neste dia oferecendo um cupom de 20% de desconto em todas as obras criadas ou protagonizadas por mulheres disponíveis em nossa loja! Para participar, basta usar o cupom GRLPWR na hora de fazer a compra dos livros que estão participando da promoção até o dia 12 de março.

Elisa Guimarães, tradutora de Arquivos de Poder

Ficha de Wanda e Visão para Mutantes & Malfeitores 

Aproveitando o grande sucesso de WandaVision, série protagonizada pela poderosa Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate do universo da Marvel, Elisa Guimarães fez fichas dos protagonistas da série usando as regras do RPG Mutantes & Malfeitores, já aplicando alguns poderes exclusivos do suplemento futuro Arquivos de Poder, que também está sendo traduzido por Elisa.

Resenha de Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes

A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, o mais novo livro da série Jogos Vorazes, escrito por Suzanne Collins, deixa um pouco de lado o ponto de vista da icônica rebelde Katniss Everdeen para explorar a juventude do vilão Coriolanus Snow. No blog tivemos uma super resenha pela nossa multi-diplomada redatora Tais Turaça Arantes.

Karen Soarele, escritora de A Deusa no Labirinto

A Deusa no Labirinto: Quando a fantasia critica a realidade

Como podemos explorar os males do mundo real a partir da ficção de fantasia? É essa a questão de Waldir L. Santos levanta ao analisar A Deusa no Labirinto, obra da romancista Karen Soarele para o universo de Tormenta que transformou o mundo de Arton para sempre.

Karen Soarele é finalista do 62º Prêmio Jabuti com romance ambientado em Tormenta

E já que o assunto é A Deusa no Labirinto, vocês sabiam que o livro foi finalista no 62º Prêmio Jabuti, o mais importante da literatura brasileira? O livro competiu com outras obras de autores renomados e mostrou mais uma vez que não existe lugar no mundo que não possa se tornar área da Tormenta.

Carine Ribeiro, tradutora da série A Lenda de Drizzt

O que são fanfics e como elas estão ganhando o mercado editorial

Astral, romance de Marcela Alban para o Selo Odisseias, começou como uma fanfic de Naruto, e Waldir L. Santos falou sobre a importância das criações de fãs para a literatura, e como muitas obras podem partir disso para ganhar vida própria.

Perdido na ordem de leitura de A Lenda de Drizzt? A gente te ajuda!

Nossa querida tradutora amiga dos elfos, Carine Ribeiro, vem trabalhando na saga de Drizzt Do’urden desde o volume 1, lançado pela Jambô com uma nova tradução. Para facilitar a vida de quem quer se aventurar por Forgotten Realms com o elfo negro mais famoso da literatura, nós montamos este guia.

Lançamento: A Lenda de Drizzt Vol. 5 — Rios de Prata

E falando em Drizzt, você já leu Rios de Prata? O 6º volume da série é também o segundo na famosa Trilogia do Vale do Vento Gélido, que será concluída em breve com o lançamento de A Joia do Halfling, também traduzido por Carine Ribeiro.

Marcela Alban, autora de Astral

3 curiosidades sobre Astral, de Marcela Alban

Como transformar um fanfic baseado em um anime shonen de ninjas em uma comédia romântica sobre a louca dos signos? A autora de Astral compartilhou 3 curiosidades sobre seu romance com a gente.

3 Curiosidades sobre A Deusa no Labirinto

Sabia que cada encantamento de Gwen foi cuidadosamente construído com ritmo e métrica de poesia por Karen Soarele? Aqui você encontra curiosidades compartilhadas com a gente pela autora de A Deusa no Labirinto.

5 mulheres falam sobre 5 heroínas de Tormenta

Arton é um mundo povoado também por poderosas figuras femininas. No post especial do Dia Internacional da Mulher do ano passado, trouxemos 5 mulheres para falar um pouco sobre suas heroínas preferidas de Tormenta.

Dia Internacional da Mulher com as redatoras do blog

Além disso, temos as autoras na equipe do blog da Jambô produzindo conteúdo sobre RPG e literatura:

Camila Gamino, com dicas para jogadores novatos de RPG.

Elisa Guimarães, com dicas para jogadores experientes de RPG.

Marcela Alban, com crônicas vindas diretamente das mesas de jogo.

Taís Turaça Arantes, com resenhas de literatura.

Leia mulheres neste 8 de Março!

Aqui você encontra todos os materiais do nosso catálogo escritos, traduzidos ou protagonizados por mulheres! Com o cupom GRLPWR você ganha 20% de desconto nesses livros e quadrinhos até o dia 12/03.

Podcast Dragão Brasil 84: Pega esse Visão, parceiro!

Preso em um seriado muito engraçado, chegou seu podcast favorito!

No episódio desta semana, Karen Soarelle confessa como transformou um trabalho de faculdade em uma peça de teatro ambientada em Tormenta; Felipe Della Corte expões sua alma otaku falando de animes; e J.M. Trevisan ajuda a desvendar os segredos da Disney e de Wandavision! E claramente todo mundo falou uma porção de bobagem no meio, com tempo para responder às dúvidas dos Conselheiros da revista Dragão Brasil!

Para escutar o Podcast Dragão Brasil 84!, clique no player acima.

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Se quiser ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil. Assim, receberá mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Twtich da Jambô: twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
J. M. Trevisan (Twitter | Livros), Felipe Della Corte (Twitter), Karen Soarele (Twitter | Livros).
Edição: Adonias Marques (Instagram)

Podcast Dragão Brasil 82 – Não seja chato!

GO GO DRAGON RANGERS! Saltando dos céus como um esquadrão Super Sentai dos anos 90, chega seu podcast favorito, dessa vez em formação especial quíntupla!

Glauco Lessa nos conta suas desventuras tecnológicas dignas de um “MacGyver reverso”, acompanhadas de histórias tristes sobre suas muitas, muitas mortes de personagens. Marielle Zum Bach fala de sua abstinência de rolar dados, relembra os tempos de RPG das Minas e declara seu retorno triunfal ao Twitter para o lançamento de seu primeiro livro de poesias. Karen Soarele segue em seu ritual de transformar litros de energético em livro-jogo e comenta sobre a felicidade de inventar magias em romances sem ter que se preocupar com as regras. Felipe Della Corte fala um pouco sobre como foi viver a vida de editor da Dragão por um dia (ou mês!) e conta como desenvolveu uma matéria especialmente para a Ayla atazanar ainda mais o Leonel Caldela em Fim dos Tempos. Por fim, Camila Gamino narra o desfecho de sua jornada à Odisseia para pedir a mão de um paladino de Valkaria à própria deusa, e revela os segredos de como sua personagem ultrapassou 100 pontos de Defesa em Tormenta20. Corre no site para ouvir a gente!

Para escutar o Podcast Dragão Brasil 82!, clique no player acima.

Para baixar, clique no link correspondente com o botão direito e escolha “Salvar como”.

Se quiser ainda mais conteúdo, assine a Dragão Brasil. Assim, receberá mais de 100 páginas de RPG e cultura nerd todos os meses: dragaobrasil.com.br

Twtich da Jambô: twitch.tv/jamboeditora

Créditos
Participantes:
Felipe Della Corte (Twitter), Karen Soarele (Twitter | Livros), Camila Gamino (Twitter), Glauco Lessa (Twitter), Marielle Zum Bach (Twitter),
Edição: Adonias Marques (Instagram)